ESÚ

Esú, ou em português Exú é o grande mensageiro celeste, uma vez que é a Ele que cabe a ligação entre o Céu e a terra (Orún e Ayê). Nada se faz no Candomblé sem em primeiro lugar se agradar a Esú. È vital que o seu “despacho” seja efectuado antes de cada Xirê ou trabalho.

Òrisà muitas vezes incompreendido, vê a sua essência frequentemente mal interpretada, havendo mesmo quem, por ignorância, o sincretize com o Diabo ou então afirme que Esú não é Òrisà.. Nada de mais errado! Esú é o principio da mutação; o Òrisà mais próximo dos seres humanos e o responsável pelo fluir do sangue dentro dos seus corpos. È de tal forma próximo de cada um de nós, que encerra em si as dúvidas e contradições inerentes à raça humana. Saberá retribuir consoante o agrado que lhe for feito, mas por outro lado, se negligenciado, agirá de forma severa contra quem Dele se esquece ou não cumpre o prometido. Se devidamente cultuado, tornar-se-á leal e e companheiro. Esú não tem o dom do livre-arbítrio, e como tal, não cultua amizades ou inimizades; é protector de quem o agrada devidamente e de quem lhe agradece as bênçãos concedidas.

 


Algumas qualidades:

Lodô, Lonan, Barabô, Lonan, Elegbará, Ijelu, Akesan, Elebó, Alaketu Etc…

 

Características dos filhos de Esú;

 

São pessoas imprevisíveis: tanto são compreensíveis e sensíveis, como bravos e intrigantes. Mentem com frequência e a derrota não faz parte do seu vocabulário. Cuidado: se existir uma desinteligência contra um filho de Esú, bem pode aguardar pelo retorno! Possuem um temperamento complicado, tendo no entanto uma forte vertente espiritual, sendo fieis fervorosos.

Para um filho de Esú tudo, mas absolutamente tudo, é negócio, sendo por isso negociantes natos.

 

Dia da Semana: Segunda -Feira

Alguns Números de Esú: 7

Cores: Preto e Vermelho

Algumas Comidas de Esú: Farofa

Algumas Folhas de Esú: Aroeira, Urtiga

Elementos: Terra e Fogo

Domínios: Sexo, Magia e transformação

Saudação: Laroyê Esú! Mojubá!