IROKO

È o Òrisà da maior e mais frondosa das árvores num Ilê Asé (Terreiro de Candomblé). È ele a árvore primordial. Representa a ancestral idade e a ligação com os ancestrais, a nossa árvore genealogia. Ao desrespeitarmos Iroko, estamos a desrespeitar as nossas raízes e o nosso berço. Guardião e defensor das matas, Iroko representa a morada de todos os Òrisàs: o seio e o próprio âmago da Natureza.
Nunca se deve falhar o pagamento de uma promessa a Iroko: os resultados para o negligente serão muito pouco simpáticos. Os seus filhos são bastante raros, mas os que existem gozam de uma protecção exacerbada por parte deste grandioso e antiquíssimo Òrisà.
As nuvens são de Iroko, razão pela qual é conhecido como o “Òrisà do Grande Alá Branco” que envolve o mundo.


Personalidade dos filhos de Iroko:

São eloquentes, camaradas, ciumentos, inteligentes e competentes.
Atentos a todos e tudo o que se passa em sua volta. Gostam de diversão comer e receber bem. Apaixonam-se por tudo com muita facilidade, assim como gostam de liderar. Dotados de censo de justiça, são amigos queridos e inimigos terríveis; mas reconciliam-se com facilidade, não conseguem guardar segredo, são teimosos “turrões”.

Dia da semana: Segunda-feira
Elementos: Todos (Terra, Agua, Fogo e Ar)
Cor: Verde, Branco e vermelho
Algumas Plantas / Flores de Iroko: Gameleira Branca
Alguns dos Símbolos de Iroko: Gameleira Branca
Domínios: Grandes árvores, variações Climatéricas e florestas
Saudação: Iroko i só! Ééró!
Para quem atende ao Sincretismo: São Francisco de Assis