YÁMÌN


Senhoras de muitos pássaros, merecedoras de respeito de morte, uma vez que são donas da barriga e raramente alguém consegue resistir aos seus ébòs fatais. O poder e ira desta entidade obriga a respeito infinito. Nunca se deverá irar Yámìn! Se tal acontecer, apenas Orùnmílá conseguirá apaziguar a sua ira. Òsòròngá é a bruxa, a dona da coruja que carrega os feitiços até ao destino desejado.
Quando se pronuncia o nome desta entidade, segundo Prandi, quem estiver sentado deve-se levantar e quem estiver de pé fará uma referência, pois esta é uma terrível entidade, a quem se deve um respeito completo.